Daniele Bornea

Carregando, aguarde...

Linda Gata

O que é o fundo de clareamento?

13 de julho de 2020
2 minutos de leitura
O fundo de clareamento talvez seja um dos assuntos mais cruciais da colorimetria, todos falam, mas  poucos entendem e assim segue a humanidade.

Mas afinal, o que é o fundo de clareamento?

Podemos fazer um analogia e pensar que o fundo de clareamento do meu cabelo corresponderá a cor do papel que uso para pintar. Bem sabemos que o melhor papel para colorir é o branco, pois não temos interferência de cor nenhuma, o branco não tem força para brigar com ninguém, até o amarelo aparece num fundo branco, pena que nosso fundo, via de regra, nunca é branco e sim, restos de pigmentos oxidados que refletem luz vermelha, laranja, amarela após a oxidação do fio e nossa luta é sempre ter o fundo certo para que a cor que eu quero colocar por cima (matizar, tonalizar) apareça no final do processo.

Pense no seguinte, é possível eu colocar uma cor amarela (loiro 9 ou 10 de qualquer nuance) sobre o fundo de clareamento laranja? Vou conseguir ver amarelo quando terminar? O amarelo tem capacidade de se impor, enquanto cor, sobre o laranja?

Bem sabemos que não, logo, para toda vez que eu quiser ter uma cor amarela de qualquer nuance, meu fundo não pode ter nada de laranja ainda. Mas se meu cabelo não aguenta chegar nesse fundo amarelo? Podemos dizer que essa cliente não pode ter um loiro na altura de 9, 10 ou 12.

Comecei exemplificando, pois acho que pode ser mais fácil de entender, mas fundo de clareamento nada mais é do que a cor que eu tenho no cabelo antes de aplicar uma cor cosmética. Não importa se esse fundo foi criando ou não. Ele pode ter sido gerado por oxidação (clareamento) ou não, podemos estar falando da cor natural ou cosmética de um cabelo não preparado, mas será a cor que precisaremos considerar para adicionar uma cor cosmética por cima.

Claro que fundo de clareamento, como a palavra diz, trata-se da cor que eu tenho após o clareamento do fio, mas conceitualmente, se eu não preciso preparar o fundo, esse fundo não irá se chamar fundo de clareamento, mas é o fundo que tenho e ele não precisa ser preparado.

Tecnicamente, estamos falando da mesma coisa, mas um eu precisei clarear pois a cor escolhida é mais clara que a cor inicial e o outro eu não preciso, porque o fundo já está certo para a cor que eu escolhi e ainda temos um terceiro caso, que é aquele em que devemos devolver cor para que ele possa escurecer corretamente, que se trata da repigmentação. Entendem que damos muitos nomes diferentes, mas conceitualmente estamos falando da mesma coisa, que é ter o fundo correto para que a cor que eu escolhi se revele perfeitamente?

Isso é ter um conhecimento teórico cientifico das premissas da colorimetria, independentemente da cor que possamos dar. Se isso estiver claro para todos, não errarão mais quando estiverem pensando na preparação do cabelo para receber uma nova cor.

Espero que possa ter esclarecido, mas estou aqui para tirar as possíveis dúvidas e vou esperar as perguntas de vocês. Bjs!

Gostou? Dúvidas? Deixe seu comentário: